Roberto Alban Galeria

Artistas Artista

Lenora de Barros

São Paulo, 1953
Vive e trabalha em São Paulo, SP

Lenora de Barros é formada em Linguística pela Universidade de São Paulo (USP) e iniciou sua trajetória artística na década de 1970, época de intenso experimentalismo na arte brasileira, marcada por uma forte tendência construtiva e vanguardista desde os anos 50. As primeiras obras criadas por Lenora de Barros podem ser colocadas no campo da 'poesia visual' a partir do movimento da poesia concreta da década de 1950. Palavras e imagens foram os seus materiais iniciais.

Em 1983, LB publicou o livro Onde Se Vê, um conjunto de "poemas" bastante incomuns. Alguns deles dispensaram o uso de palavras, construídos como sequências fotográficas, onde a própria artista representava diferentes personagens em atos performáticos. Este livro já anunciava o trânsito de Lenora de Barros para o campo das artes visuais, o que acabou por acontecer. Desde então, a artista segue seu caminho pessoal, marcado pelo uso de diversas linguagens: vídeo, performance, fotografia, instalação sonora e construção de objetos.

Sua obra é parte de acervos no Brasil e no mundo, dentre eles o do Hammer Museum (CA, EUA), Museu d’Art Contemporani de Barcelona (Espanha), Daros Latinamerica Collection (Suíça), Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) e Pinacoteca do estado de São Paulo. Entre as exposições que participou, destacam-se as coletivas e individuais realizadas no Mexic-Art Museum (Austin, EUA, 2002); 11ª Bienal de Lyon (França, 2011); ISSOÉOSSODISSO at Oficina Cultural Oswald de Andrade (São Paulo, 2016); Migros Museum (Zurique, Suíça, 2015); a 4a Thessaloniki Biennial of Contemporary Art (Grécia, 2013); 17a, 24a
e 30a Bienal Internacional de São Paulo.