Roberto Alban Galeria

Em forma de família

Coletiva

Exposição01/Novembro até 11/Janeiro, 2020

Obras

Geraldo de Barros

Chavantes, São Paulo, 1923

Importante fotógrafo, pintor, artista gráfico e designer de móveis, os mestres de Geraldo de Barros no desenho e na pintura foram Clóvis Graciano, Colette Pujol e Yoshiya Takaoka. Com este último, ao lado de Athayde de Barros e Antônio Carelli, funda, em 1947, o Grupo XV. Nesse mesmo ano passa a frequentar o Foto Cine Clube Bandeirantes, onde prossegue as suas experiências fotográficas iniciadas em 1946.
Conhece, em 1948, o crítico e ensaísta Mário Pedrosa, que ocupará um papel definitivo na sua formação artística e intelectual. Através de Pedrosa, Geraldo entra contato pela primeira vez com a Teoria da Forma (Gestalt Theorie) e se familiariza com a obra de Paul Klee.
Em 1949, convidado por Pietro Maria Bardi, organiza com Thomaz Farkas o laboratório fotográfico do Museu de Arte de São Paulo (MASP). Passa, então, a desenvolver lá os seus projetos fotográficos e inicia a preparação de sua mostra Fotoformas, que é inaugurada em janeiro de 1951 no mesmo museu. A partir dessa exposição, pioneira da fotografia abstrata no Brasil, recebe uma bolsa do governo francês para estudar em Paris.
Durante o ano de residência em Paris, estuda gravura na Escola Superior de Belas Artes com S.W. Hayter e estabelece contato com Cartier-Bresson, Giorgio Morandi, Brassaï, Maria Helena Vieira da Silva, François Morellet e Otl Aicher, com quem aprende as suas primeiras noções de design gráfico, em Ulm. Em Zurique conhece Max Bill, cuja obra ele viu pela primeira vez em 1950, na montagem da retrospectiva no MASP, em São Paulo.
Junto ao grupo Ruptura (que funda em 1952 ao lado de Waldemar Cordeiro, Luiz Sacilotto e outros) participa da 1ª Exposição Nacional de Arte Concreta em São Paulo (1956) e no Rio de Janeiro (1957), e da mostra internacional organizada por Max Bill em Zurique, Konkrete Kunst: 50 Jahre Entwicklung, em 1960.
Em 1954, funda com o frei dominicano João Batista a comunidade operária Unilabor, para a qual projeta móveis modulares. Ao lado de Alexandre Wollner e Rubens Martins, cria o grupo Forminform (1957), um escritório de artes gráficas. Geraldo participa da Unilabor até o ano de 1964, quando se retira e funda a HOBJETO Indústria de Móveis.
Participa, em 1966, ao lado de Wesley Duke Lee e Nelson Leirner, da criação do “Grupo Rex Time” – a galeria de arte onde nasceram os primeiros happenings em São Paulo.
A partir do final dos anos 1970, Geraldo de Barros retoma os princípios fundamentais da arte concreta e passa a trabalhar com o conceito de serialização, utilizando em seus quadros o laminado plástico (fórmica). O resultado desse trabalho é exposto na 42ª Bienal de Veneza, em 1986, e na Galeria Tschudi, em Glarus, Suíça, em 1987.
Em 1989, Geraldo expõe a série completa Jogos de Dados, com 55 obras em laminado plástico, no Museu de Arte Contemporânea de Campinas e, em 1991, no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP).
Em 1993, toda sua obra fotográfica é resgatada pelo Musée de l´Elysée, em Lausanne, na mostra Geraldo de Barros, Pintor e Fotógrafo. Essa mesma exposição é apresentada no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo.
Em 1996, Geraldo inicia uma nova série de fotografias chamada Sobras, feita a partir de negativos do acervo da família que são por ele recortados, pintados e montados em placas de vidro. O desenvolvimento do trabalho com essas imagens foi acompanhado desde o início pelo cineasta Michel Favre para a realização do filme "Sobras em Obras".
A originalidade da trajetória de Geraldo de Barros é hoje reconhecida mundialmente e suas obras integram coleções públicas e privadas, incluindo, entre outras, Museu de Arte Contemporânea de São Paulo; Museu Ludwig, Colônia; Musée de l’Elysée, Lausanne; SESC de São Paulo; Instituto Inhotim de Arte Contemporânea; MoMA, Nova York; Centre Georges Pompidou, Paris e TATE Modern, Londres. Desde 2015, todos os seus negativos fotográficos estão depositados no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

2022 - GERALDO DE BARROS: Form-Objects, Galleria Michela Negrini, Lugano, Switzerland
2022 - GERALDO DE BARROS, Musée d’Art Moderne et Contemporain de Genève (MAMCO), Genebra, Switzerland. Curated by Paul Bernard, in close collaboration with Fabiana de Barros and Michel Favre
2021 - GERALDO DE BARROS – IMAGINARIO, CONSTRUÇÃO E MEMORIA, Itaú 2021- Cultural de São Paulo. Curated by Lorenzo Mammi and Michel Favre
2021- GERALDO DE BARROS, Galeria Luciana Brito, São Paulo
2019 - Geraldo de Barros, Unilabor e Fotoformas, Kunst- und Kulturstiftung Opelvillen Rüsselsheim, Alemanha.
2019 - Geraldo de Barros e Unilabor por DPot, Arcadia, Genebra, Suíça.
2019 - Geraldo de Barros - Fotoformas, Document Gallery, Chicago, EUA.
2019 - Geraldo de Barros - That’s It, DIP Contemporary, Lugano, Suíça.
2018 - Unilabor: A Terceira Via, Obras by Geraldo de Barros (1954 - 1961), Side Gallery, Barcelona, Espanha.
2017 - Geraldo de Barros: Sobras, Document Gallery, Chicago, EUA
2017 - Geraldo de Barros: Fotoformas E Sobras, Fundação Arpad-Szenes/Vieira da Silva, Lisboa, Portugal.
2016 - Geraldo de Barros: Off Center, Sicardi Gallery, Houston, Texas.
2016 - Geraldo de Barros: Industrial, Galeria Luciana Brito, São Paulo, Brasil.
2015 - Geraldo de Barros e Fotografia, SESC Belezinho, São Paulo, Brasil.
2014 - Geraldo de Barros e A Fotografia, Instituto Moreira Salles, Rio de Janeiro, Brasil.
2014 - Tierney Gardarin Gallery, New York, EUA.
2013 - Geraldo de Barros - Jogos de Dados + Sobras (1980-1990), SESC Vila Mariana, São Paulo, Brasil.
2013 - Geraldo De Barros: What Remains? The Photographer’s Gallery, London, Reino-Unido.
2010 - Entre Tantos: Geraldo de Barros, Caixa Cultural, São Paulo, Brasil
2009 - Geraldo de Barros - Modulação de Mundos, SESC Pinheiros, São Paulo, Brasil.
2008 - Sicardi Gallery, Houston, Texas.
2007 – Sobras e Fotoformas, Galeria Brito Cimino, São Paulo, Brasil.
2007 - Fotonoviembre 2007 – IX Bienal Internacional de Fotografia, Centro de Fotografía Isla de Tenerife, Santa Cruz de Tenerife, Espanha.
2007 - Desenho Construtivista Brasileiro, Museu de Arte Moderna Rio de Janeiro, Brasil.
2007 - Fragmentos: Modernismo na Fotografia Brasileira, Galeria Bergamin, São Paulo, Brasil.
2006 - BRASILIANA MASP – Moderna contemporânea, Museu de Arte de São Paulo, Brasil.
2006 - MAM [NA] OCA, Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil.
2006 - Concreta 56. A Raiz da Forma, Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
2006 - Pincelada – Pintura e Método, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil.
2005 - Geraldo de Barros, Galerie Guy Bärtschi, Genebra, Suíça.
2005 - A(S)SIMETRIAS, Galeria Brito Cimino, São Paulo, Brasil.
2004 - Inverted Utopias, Museum of Fine Arts, Houston, Texas.
2002 - Forma Brasil, The Americas/Society, New York.
2001 - fotoformas, Ulmer Museum, Ulm, Alemanha.
2000 - Heterotopias, Museu Reina Sofia, Madrid, Espanha.
2000 - Fotoformas e Sobras, Musée de L’Elysée, Lausanne, Suíça
2000 - Sobras e Fotoformas, Instituto Itaú Cultural, Campinas, Brasil.
1999 - Geraldo de Barros - Fotoformas e Sobras, curadoria Reinhold Misselbeck, Museum Ludwig, Colonia .
1999 - Geraldo de Barros - Sobras, curadoria, Rienhold Misselbeck, Sesc Pompeia, São Paulo, Brasil .
1999 - Geraldo de Barros, Galeria Brito Cimino, São Paulo, Brasil
1999 - Geraldo de Barros - no Acervo do Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
1999 - Galeria Brito Cimino, São Paulo, Brasil .
1998 - Traces on the glass, FotoFest 1998, Sicardi-Sanders Gallery, Houston, Texas
1996 - Geraldo de Barros: Precursor, fotografias e gravuras, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
1996 - Geraldo de Barros Fotoformas, Fundação Cultural de Curitiba, Brasil.
1996 - Geraldo de Barros, Photographies, Galerie Mottier, Genebra, Suíça.
1995 - Fotoformas, Galeria Camargo Villaça, São Paulo, Brasil.
1994 - Fotoformas: Geraldo de Barros, Museu da Imagem e do Som, São Paulo, Brasil.
1993 - Casa de Rosas, São Paulo, Brasil.
1993 - Geraldo de Barros, Peintre et Photographe, Musée de L’Elysée, Lausanne, Suíça.
1991 - Jogo de Dados, Mercato Del Sale Gallery, Milano, Itália.
1991 - O Espaço do Artista Quando Jovem, Paço das Artes, São Paulo, Brasil.
1991 - Xxi Bienal Internacional de São Paulo, Brasil, Prêmio Itamaraty.
1990 - Jogo de Dados, Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil.
1989 - Jogo de Dados, Museu de Arte Contemporâneo de Campinas, Brasil.
1987 - Tschudi Gallery, Glarus, Suíça.
1986 - Galeria Thomas Cohn, Rio de Janeiro, Brasil.
1986 - Galeria Millan, São Paulo, Brasil.
1986 - 42 ª Bienal de Veneza , Itália.
1979 -XV Bienal Internacional de São Paulo, Brasil.
1977 - 12 Anos de Pintura - 1964 A 1976, Museu de Arte Moderna , São Paulo, Brasil
1967 - IX Bienal Internacional de São Paulo, Brasil, prêmio Itamaraty aquisição.
1965 - Nelson Leiner - Geraldo de Barros : Exposição, Atrium Gallery, São Paulo, Brasil e Museu de Arte Moderna, Buenos Aires, Argentina.
1953 - II Bienal de São Paulo, Brasil. Prêmio aquisição.
1952 – Geraldo de Barros, Desenhos d Gravuras, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil.
1951 - I Bienal de São Paulo, 3º prêmio de gravura, Brasil.
1951 - Cartaz IV Centenário de São Paulo, 1º Prêmio, São Paulo, Brasil.
1951 - Fotoforma, Museu de Arte de São Paulo, MEC/RJ e MEC /Bahia.
1947 - Teatro Municipal de São Paulo, Brasil.


EXPOSIÇÕES COLETIVAS

2022 - RUPTURA E O GRUPO: ABSTRAÇÃO E ARTE CONCRETA, 70 ANO. Curadoria: Heloisa Espada e Yuri Quevedo, Museu de Arte Moderna de São Paulo.
2022 - RAIO-QUE-O-PARTA: ficções do moderno no Brasil, Sesc 24 de Maio, São Paulo, Brasil.
2021 - A MAQUINA DO MUNDO: Arte e Indústria no Brasil 1901 – 2021, Pinacoteca de São Paulo.
2021 - BRAZILIAN MODERNISTS: THREE MASTERS OF FOTO-CINE CLUBE
2021 - BANDEIRANTE, Augusta Edwards Fine Arts, London.
2021 - FOTOCLUBISMO. BRAZILIAN MODERNIST PHOTOGRAPHY, 1946–1964. MoMA, New York.
2021 - FOTOGRAFIA MODERNA, Luciana Brito Galeria, São Paulo, Brasil.
2020 - SUR MODERNO: JOURNEYS OF ABSTRACTION — The Patricia Phelps de Cisneros Gift, MoMA, New York.
2020 - WIE ZU HAUSE, WO ICH NICHT BIN, Centre d’Art Contemporain, Genève. Org : Niels Trannois – HEAD Geneva.
2020 - INTERIORS, Document Space, Chicago. July 10 – August 22, 2020
2020 - AAA – Anthology of Art and Architecture, cur. Sol Camacho, Gal. Fortes D’Aloia & Gabriel and Bergamin & Gomide, São Paulo, Brazil
2020 - DUPLO OLHAR: PINURA E FOTOGRAFIA MODERNAS BRASILEIRAS, Casa Roberto Marinho, Rio de Janeiro, 5 dez 2019 – 26 abr. 2020
2019 - Artbasel Miami, Gal. Jorge La Ruche, Argentina e Gal. Luciana Brito, São Paulo.
2019 - Em Forma de Familia - Geraldo de Barros, Lenora de Barros & Fabiana de Barros, Galeria Roberto Alban - Salvador de Bahia, Brasil.
2019 - ARTRIO’19, Galeria Roberto Alban – Rio de Janeiro, Brasil
2019 - Photo London, com Augusta Edwards Fine Arts, London.
2019 - New York Aipad, com Augusta Edwards Fine Arts, EUA.
2019 - Geraldo de Barros e Unilabor by DPot, DIP Contemporary e DPOT, Milan Design Week - Salone del Mobile, Milano, Itália.
2018 - Moderna para Sempre - A fotografia modernista Brasileña na Coleção Itaú, Espacio Cultural de la Embajada del Brasil em Buenos Aires, Argentina.
2018 - Concrete Matters, Moderna Museet em colaboração com Colección Patricia Phelps de Cisneros, Stockholm, Suécia.
2018 - Paris Photo, Augusta Edwards Fine Arts, Paris
2018 - Ruptura - Luciana Brito Galeria, São Paulo, Brasil
2018 - Mopart, DIP - Contemporary, Lugano, Suíça
2018 - Portrait - Sicardi Gallery, Houston, TX
2018 - A Tale of Two Worlds. A Dialogue between the MMK Collection and the History of Experimental Latin American Art, 1940s – 1980s, MAMBA, Museo de Arte Moderno de Buenos Aires, Argentina.
2018 - Entre Construção e Apropriação – Antônio Dias, Geraldo de Barros e Rubens Gerchman nos Anos 60. Curadoria: João Bandeira, SESC Pinheiros, São Paulo, Brasil.
2017 - A Tale of Two Worlds. A Dialogue between the MMK Collection e the History of Experimental Latin American Art, 1940s – 1980s, Museum für Moderne Kunst,Frankfurt am Main, Alemanha
2017 - Making Art Concrete Getty Center – West Pavillion, Los Angeles, CA
2017 - The Revolution is Dead. Long Live The Revolution! , Zentrum Paul Klee e Kunstmuseum Bern, Bern Suíça
2010 - Constructive Spirit: Abstract Art in South e North America 1920’S – 1950’S, Newark Museum, Newark New Jersey, Amon Carter Museum, Fort Worth, Texas.
2010- Sicardi Gallery, Masters, EUA .
2008 - Koyanagi Gallery, Tokyo
2007 - Geometry of Hope, Blanton Museum of Art, University of Texas at Austin, Texas
2007 - Geometry of Hope, Grey Art Gallery, New York
2006 - Comodato Eduardo Branddão e Jan Field Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
2005 - Arco, Madrid, Galerie Guy Bärtschi Genève
2005 - The Armory Show – New York, Galeria Brito Cimino-São Paulo, New York
2005 - The Showroom, Eric Franck Fine Arts, London, Reino-Unido
2005 - ArtBrussels 2005, Eric Franck Fine Arts-London, Bruxelas, Bélgica
2005 - Messe Basel 2005 Galeria Brito Cimino-São Paulo, Basel
2005 - Art Concret – BRÉSIL, Espace d’Art Concret De Mouans-Sartoux, France
2004 - O Preço da Sedução – Do Espartilho ao Silicone, curadoria Denise Mattar, Insituto Cultural Itáu, São Paulo, Brasil.
2004 - Artbrussels 2004, Eric Franck Fine Arts-London, Bruxelas, Bélgica
2004 - LA COLLECTION M. + M. AUER, Musée d’art et histoire, Genebra, Suíça
2004 - Unilabor, curadoria Mauro Claro, Centro Maria Antonia, São Paulo, Brasil
2004 - The Armory Show – New York, Galeria Brito Cimino, São Paulo, Brasil
2004 - The Showroom, Eric Franck Fine Arts, London, Reino-Unido
2003 - ARTEFOTO, curadoria Ligia Canongia, Centro Cultural Banco do Brasil, Brasilia, Brasil.
2003 - Inaugural Exhibition of Galeria Lurixs: Arte Contemporanea, Rio de Janeiro, Brasil
2003 - Cuasi-Corpus – Arte Concreto y Neoconcreto de Brasil, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Museo Tamayo Arte Contemporaneo e Museo de Arte Contemporaneo de Monterrey Mexico
2003 - Un Monde Non-Objectif, Galerie Thessa Herold, Paris, France
2003 - Paris Photo – 2003, Eric Franck Fine Arts – London, Paris, France
2003 - Subversão dos Meios, Instituto Cultural Itaú, São Paulo, Brasil
2002 - Forma Brasil, The Americas Society, New York, curadoria Gabriel Perez – Barreiro, New York.
2002 - A Linha como Estrutura da Forma, curadoria Tadeu Chiarelli, MAM, São Paulo, Brasil.
2002 - Da Antropofagia á Brasília – Brasil 1920-1950, curadoria Jorge Schwartz, Fundação Armeo Alvares Penteado, São Paulo, Brasil
2002 - ARTEFOTO, curadoria Ligia Canongia, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
2002 - PARIS PHOTO – 2002, Eric Franck Fine Arts-London, Paris, France.
2002 - Matéria Prima, Novo Museu de Arte Arquitetura Cidade, Curitiba, Brasil.
2002 - Arte Contemporânea – Coleção Caixa Geral de Depósitos, Culturgest Porto, Portugal
2002 - Ruptura: uma reconstrução, Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo, Brasil.
2002 - Coleção de Fotografia do Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil
2002 - Geraldo de Barros no Acervo do Museu de Arte Moderna, curadoria Agnaldo Farias, Rio de Janeiro, Brasil.
2001 - Geometric Abstraction: Latin American Art From the Patricia
2001 - PHELPS DE CISNEROS Collection, Harvard University Art Museum, Cambridge, MA; Fundacion Cisneros, Caracas; Yale University Press, New Haven, Connecticut e London, Reino-Unido.
2001 - Die Photographische Sammlung des Museu de Arte Moderna de São Paulo, MAM São Paulo, Galerie 68 ekf et Exit Art, Photoszene, Cologne, Alemanha
2001 - Trajetória da Luz na Arte Brasileira, curadoria Paulo Herkenhoff, Itaú Cultural de São Paulo, Brasil.
2001 - FOTOFORMAS, Modern and Contemporary Culture of Brasil, The American Society, New York.
2001 - ARCO 2001, Brito Cimino - São Paulo, Madrid, Espanha
2001 - Paris Photo, Eric Franck Fine Arts – London, Reino-Unido.
2001 - BODY & SOUL - Brasil 500 Anos Artes Visuais, Guggenheim Museum, New York, New York.
2000 - ARCO 200, Brito Cimino- Sao Paulo, Madrid .
2000 - Brasil 500 Anos Artes Visuais, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
2000 - Messe Basel 2000, Galeria Brito Cimino- Sao Paulo, Basel.
2000 - De la Antropogofagia a Brasilia. Brasil 1920-1950, instituto Valenciano de Arte Moderna .
2000 - Fotografia Brasileira, Labirinto e Identidades, 1946-1998, Centro Português de Fotografia, Porto.
2000 - HETEROPIAS: Medio Siglo Sin Lugar (1918-1968), Museo Nacional Centro de Reina Sofia, Madrid, Espanha.
2000 - Paris Photo - 2000, Carrousel du Louvre, Paris, France.
2000 - Brasil 500 Anos Artes Visuais, Fundação Bienal de São Paulo.
1999 - ENIGMAS, curadoria Eduardo Brandão, Galeria Brito Cimino, São Paulo.
1999 - Fotografia of Hope, Benham Studio Gallery, Seattle
1999 - FIAC 1999, Galeria Brito Cimino - São Paulo, Paris, France.
1999 - Brasilian Fotografia, Labirinto e Identidades, 1946-1998, Kunstmuseum Wolfsburg, Alemanha.
1997 - SELF-PORTRAITS. Historical Museum, Chåteau de Nyon, Nyon, France
1997 - Summer Exhibition. Collections 1950-1995. Museum of Contemporary Art from Grenoble, France.
1996 - 4° Studio de Tecnologia de Imagens, Sesc Pompeia, São Paulo, Brasil.
1996 - O Mundo de Mário Schenberg, Casa das Rosas, São Paulo, Brasil.
1996 - New Photographic Acquisitions, Ludwig Museum, Cologne, Alemanha
1996 - Brasil: The Thinking Fotografia, Rochester Institute of Technology, New York.
1996 - Tendências Construtivas no acervo do MAC/USP: construção, medida e proporção, Centro Cultural do Banco do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
1996 - Collections, Musée de l’Elysée, Musées Suisses Collection, Lausanne, Suíça
1994 - BIENAL BRASIL SÉCULO XX, Fundação Bienal de São Paulo, Brasil.
1994 - Joaquim Paiva Photo Collection, Center for the Arts, Yerba Buena Gardens, San Francisco.
1994 - A Fotografia Contaminada, Centro Cultural São Paulo, Brasil.
1993 - Primeiro Mês da Fotografia NAFOTO, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil.
1992 - Bilderwelt Brasilien, Kunsthaus, Zurique, Suíça.
1992 - LATINAMERIKA ‘92, Aarhus, Dinamarca.
1992 - Coleção Pirelli De Fotografia, Museu de Arte de São Paulo, Brasil
1989 - ACERVO, Galeria São Paulo, Brasil.
1989 - Galeria de Arte Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil
1985 - VII Exposition of Brasilian Fine Arts, Tokyo, Atami, Kyoto, Japan
1984 - GEOMETRY 84, Galeria Paulo Figueiredo e Museu de Arte de Belo Horizonte, Brasil
1984 - Tradição e Ruptura: Síntese da Arte e Cultura Brasileira, Fundação Bienal de São Paulo, núcleo de Desenho Industrial da Fiesp, Brasil.
1982 - Do Modernismo à Bienal, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
1982 - O Design no Brasil - História e Realidade, SESC Fábrica Pompéia e Museu de Arte de São Paulo
1979 - VENEZIA ‘79/ LA FOTOGRAFIA, Veneza, Itália
1978 - 1ª Muestra de la Fotografia Latinoamericana Contemporânea, Museo de Arte Moderno, Mexico City.
1977 - Projeto Construtivo Brasileiro na Arte (1950-1962), Museu de Arte Moderna - RJ; Pinacoteca do Estado de São Paulo
1976 - O Jovem Desenho dos Anos 40, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil
1971 - Mobiliário Brasileiro, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
1967 - Nova Objetividade Brasileira, Museu de Arte Moderna - Rio de Janeiro, Brasil.
1967 - IV Salão Nacional de Arte Moderna, Brasilia, Brasil.
1966 - REX TIME, Rex Gallery e Sons, São Paulo, Brasil.
1960 - KONKRETE KUNST, 50 JAHRE ENTWICKLUNG, Helmhaus, Zurich, Suíça
1957 - Arte Moderna no Brasil - Museu de Arte Moderna de Buenos Aires, de Santiago do Chile e de Lima.
1956 - Salon de Mai, Paris, Tóquio e diversos países da Europa e América do Sul
1956 - 1ª Exposição Nacional de arte Concreta, Museu de Arte Moderna - SP; MEC - Rio de Janeiro (1957).
1955 - IV Salão Paulista de Arte Moderna, São Paulo, medalha de prata.
1955 - Arts Primitifs Modernes Brésilien, Brasil; França e Suíça.
1954 - Graveurs Brésiliens, Kunstmuseum Bern, Suíça; Kunstgewerbemuseum Zurich, Suíça; e Musée Rath, Genebra, Suíça.
1952 - Cercle Photographique, Lyon, France.
1952 - RUPTURA, Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
1951 - 5e Salon de Balneario de Panticosa, Brasil.
1951 - Salon de Photographies, Paris e Nantes, France
1950 - Salão de Arte Moderna, Salvador (menção honrosa) - Bahia
1949 - 54º Salão Nacional de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
1948 - 53º Salão Nacional de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
1947 - 52º Salão Nacional de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
1947 - Exposição de pintura no Teatro Municipal, São Paulo, Brasil
1947 - 19 Pintores, Galeria Prestes Maia, São Paulo, Brasil
1946 - X Salão do Sindicato dos Artistas Plásticos, Galeria Prestes Maia, São Paulo, Brasil



COLEÇÕES

Archivio di Nuova Scrittura, Milan, Italy
Beaubourg, Musée d’art Moderne de la ville de Paris, France
Caixa Geral de Depósitos, Lisbon, Portugal
Centro Português de Fotografia, Porto, Portugal
Chicago Art Institue, Chicago, USA
Cisneros Fontanals Art Foundation, Miami, USA
Coleção do SESC, São Paulo, Brazil
Coleção Itaú, São Paulo, Brazil
Coleção Joaquim Paiva, Rio de Janeiro, Brazil
Coleção Marco Antonio Villaça, São Paulo, Brazil
Coleção Pirelli de Fotografia, São Paulo, Brazil
Colección Patrícia Phelps de Cisneros, Caracas, Venezuela
Collection M. + M. Auer, Geneva, Switzerland
Fonds d’Art Contemporain de la Ville de Genève, Geneva, Switzerland
Fonds d’Art Contemporain de l’Etat de Genève, Geneva, Switzerland
Fundação Bienal de São Paulo, Brazil
Fundação Cultural de Curitiba, Brasil
Fundação Cultural do Estado da Bahia, Brasil
LACMA, Los Angeles County Museum
Ludwig Museum, Cologne, Germany
Max Bill Foundation, Zurique, Switzerland
Metrô de São Paulo, Brazil
Musée d’Art Contemporain de Grenoble, France
Musée de L’Elysée, Lausanne, Switzerland
Museu da Imagem e do Som, MIS, São Paulo, Brazil
Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, MAC-USP, Brazil
Museu de Arte Contemporânea José Pancetti, Campinas, Brazil
Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, MASP, São Paulo, Brazil
Museu de Arte Moderna de São Paulo, MAM-SP, Brazil
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, MAM-RJ, Brazil
Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires, MALBA, coll. E. F. Constantini, Argentina
Museu de Curitiba, Brazil
Museu do Itamaraty, Brasília, Brazil
Museum of Fine Arts, Houston, USA
Museum of Contemporary Art, MOCA, Los Angeles, USA
Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brazil
TATE Modern, London, Great Britain
The Museum of Modern Art, MOMA, New York, USA
Tschudi Gallery Collection, Glarus, Switzerland
Union de Banques Suisses, Lausanne, Switzerland
Ursula Blicke Stiftung Collection, Kraichtal, Germany


PUBLICAÇÕES


SOBRAS. Geraldo De Barros , 2017.
SOBRAS + FOTOFORMAS - GERALDO DE BARROS. Rubens Fernandes Junior, 2007.
FOTOFORMAS/SOBRAS - GERALDO DE BARROS. Daniel Girardin; Reinhold Misselbeck; Marcos Augusto Gonçalves, 1999.

×