Roberto Alban Galeria

Voltaire Fraga, hoje (entre o ontem e o amanhã)

Voltaire Fraga

Exposição30/Agosto até 30/Setembro, 2019

A água e regiões bucólicas da cidade

A iconografia da cidade

As festas populares e as baianas

Os trabalhadores

Voltaire Fraga

Salvador, Bahia, 1912

Em sua juventude, trabalhou como publicitário vendendo anúncios para o jornal Diário de Notícias, ocasião na qual, em 1927, adquire uma câmera fotográfica VAG 9x12cm (de negativo tamanho 9 x 12 cm) e inicia suas primeiras experimentações fotografando sua família e, segundo declaração do próprio Voltaire, “paisagens pitorescas”. Sua primeira fotografia data daqueles anos do final da década de 1920: uma velha cabana de pescadores na rua Fonte do Boi, no Rio Vermelho.
Ele apuraria seu conhecimento técnico frequentando a Fotografia Moderna, onde Emilio Zolar Fernandes era ajudante de laboratório e espaço que congregava interessados em fotografia e profissionais. Ainda atuando amadoristicamente, em 1930 ele encaminhou fotos das obras urbanas da Colina do Bonfim, de praias pitorescas e ruas da cidade para o Rio de Janeiro. Resultou em publicação na revista O Cruzeiro.
Criterioso por qualidade e insatisfeito com as ampliações feitas por laboratórios comerciais da época, ele monta o seu próprio laboratório em sua residência, empreendimento que contou com dicas do amigo laboratorista Emilio Zolar Fernandes.
Realizou, em vida, somente uma exposição individual em Salvador, em 1999, na qual mostrou 30 trabalhos; esta mostra foi organizada pela fotógrafa Célia Aguiar, na Galeria Pierre Verger, espaço pertencente à Fundação Cultural do Estado da Bahia, localizado nos Barris. Em 2008, a Pinacoteca do Estado de São Paulo dedica-lhe uma retrospectiva, curada por Diógenes Moura.
Em 2017/2018 uma das suas fotografias é selecionada para participar da exposição coletiva Axé Bahia –The Power of Art in an Afro Brazilian Metropolis no “The Fowler Museum of UCLA” /EUA.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS


2019 - Voltaire Fraga, hoje (entre o ontem e o amanhã), Salvador – BA | Curadoria: Dilson Midlej
2018 – O olhar de Voltaire Fraga. Museu de Arte da Bahia, Salvador – BA | Curadoria: Cristina Damasceno.
2009 – Voltaire Fraga: abundante cidade, dessemelhante Bahia. Palacete das Artes, Salvador - BA | Curadoria: Diógenes Moura.
2008 – Voltaire Fraga: abundante cidade, dessemelhante Bahia. Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo – SP | Curadoria: Diógenes Moura.
1999 – Bahia Festiva e Pitoresca. Galeria Pierre Verger, Salvador – BA | Curadoria: Célia Aguiar.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS 


2019 – A gosto da fotografia. 7ª edição. Caixa Cultural, Salvador – BA | Curadoria: Marcelo Reis.
2017-2018 Axé Bahia -The Power of Art in Afro-Brazilian Metropolis-Fowler Museum at UCLA- Los Angeles-USA
2017 - A arte da lembrança – A saudade na fotografia Brasileira, Fortaleza - CE | Curadoria: Diógenes Moura.
2016 - A arte da lembrança – A saudade na fotografia Brasileira, Belém – PA/ Salvador – BA | Curadoria: Diógenes Moura.
2015 – A arte da lembrança – A saudade na fotografia Brasileira, São Paulo – SP | Curadoria: Diógenes Moura.
2012 - SP-arte/foto 2012. Shopping JK Iguatemi, São Paulo – SP.
2011 - SP-arte 2011. Fundação Bienal de São Paulo – SP.
2010 - SP-arte/foto 2010. Iguatemi São Paulo – SP.
2009 – 17ª Coleção Pirelli, MASP de fotografia, São Paulo – SP.
2009 - A gosto da fotografia. Fotógrafo homenageado: Voltaire Fraga. Curadoria de
Diógenes Moura. Promoção do Instituto Casa da Photographia. Palacete das Artes,
Salvador – BA.
1986 – Fotógrafos em 20 anos. Desenbanco, Salvador – Ba| Curadoria: Maria Guimarães Sampaio e Célia Aguiar.

COLEÇÃO 


The Fowler Museum of UCLA/EUA
MASP/ Museu de Arte de São Paulo.